Hacker Ético

Todos sabem o que são os Hackers, seja por filmes, séries - assista Mr. Robot, é excelente ;) - , interesse ou até mesmo por experiência própria ruim. Não preciso nem falar que eles não são aqueles nerdões de filmes, que ficam o dia inteiro num quarto escuro e que sempre falam aquela frase clássica e tosca "I'm in" depois de apertar vários botões aleatoriamente, né?? Mas eu duvido que você já tenha ouvido falar sobre os Hackers Éticos



Chega até a ser irônico você ver a palavra "ética" seguida de "Hacker", já que os conceitos parecem ser opostos: como um Hacker pode ser ético invadindo sistemas ou roubando dados das empresas e de pessoas??? Mas é justamente o oposto disso... eles usam os seus conhecimentos de códigos e invasão para impedir ataques de Hackers mal intencionados, quase como uma luta interna da comunidade!

Dito isso, o Hacker Ético nasceu a partir da ideia: "qual a melhor forma de se defender de Hackers, se não pensar como um?". Ou seja, ele é um profissional de segurança de informações especializado na tática de Offensive Security. A função dele é basicamente invadir o próprio sistema da empresa e, a partir disso, identificar as aberturas e vulnerabilidades do sistema, criando uma proteção para esses problemas.


O interessante de tudo isso é que esses Hackers Éticos têm uma responsabilidade corporativa, profissional e social enorme, afinal ele estará protegendo os seus dados bancários… evitando até vazamentos mundiais de dados - abraço para o Facebook, depois de 1,5 bi de usuários vazados no dia 4/10 rs.


Atualmente, essa é uma profissão que vem crescendo mais e mais a cada ano que passa - e não preciso nem dizer o motivo; basta olhar a quantidade de dados pessoais e profissionais que tem dentro do seu celular ou só em uma rede social, quem dirá no Facebook, que é conectado com o Instagram e o Whatsapp. E é claro que uma invasão pode, facilmente, acabar com a imagem e a confiança de uma empresa.


A Sony sabe muito bem disso. Depois de sofrer uma das maiores invasões de todas da época, em que os serviços da PlayStation Network ficaram fora do ar por 24 dias afetando 77 milhões de usuários em 2011, teve que ceder US$ 15 milhões em jogos para os seus usuários e US$ 2.75 milhões em ações, além da confiabilidade dos players de usar o serviço, que, na época, parou de existir da noite para o dia. Muitos ainda mudaram suas contas para a concorrente Microsoft.



Para piorar a situação em caso de invasão, atualmente, os Estados Unidos e a Europa criaram leis duríssimas de privacidade de dados: Luxemburgo chegou a cobrar, neste ano, R$ 4,5 bilhões em multa da Amazon por descumprimento das leis na Europa e os EUA cobraram US$ 5 bilhões do Facebook, em 2020. No Brasil, a famosa LGPD promete…

A falta de segurança, que era mais comum antigamente, não é mais brincadeira. A empresa pode facilmente falir, dependendo do tamanho do vazamento ou descumprimento dessas leis, por isso deve haver um investimento pesado nesta área de segurança e os Hackers Éticos têm um enorme papel nisso tudo.


Para que um Hacker seja ético ou não já é algo difícil, mas para atuar nessa área é necessário fazer cursos e ter certificados, de preferência com reconhecimento internacional, e mesmo assim ainda é preciso ter conhecimentos prévios e aprofundados sobre programação, segurança, rede de computadores e diferentes sistemas operacionais. Um curso interessante é o da EC-Council chamado de Certificação de Hacker Ético; eles são conhecidos mundialmente, sendo um dos mais famosos, além de serem pioneiros no curso e na certificação de intrusão.


E aí, você conhecia os Hackers Éticos?? É bem interessante esse assunto, né? Já imaginou alguém hackeando um computador por questão de segurança, e não pela falta dela?


Referências:

https://cio.com.br/gestao/o-que-e-hacking-etico/

https://www.softsell.com.br/hacker-etico-tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-essa-profissao/ https://www.gamesindustry.biz/articles/2021-04-14-playstation-networks-24-days-of-downtime-10-years-ago-this-month

https://www.uol.com.br/tilt/noticias/afp/2021/07/30/luxemburgo-multa-amazon-em-eur-746-milhoes-por-nao-proteger-dados.htm


PUBLICAÇÕES RECENTES

NOSSAS REDES SOCIAIS 

  • Facebook
  • Instagram
  • Linkedin