A Influência do TikTok na Indústria Musical

Não é de hoje que vemos o TikTok como uma das maiores redes sociais do mundo: em 2019, já ficou na 4ª posição, mas foi em 2020 que ele realmente explodiu no mundo inteiro. Acreditamos que todos vocês estão cansados de ouvir isso - como nós também - mas não tem como não falar: parte desse boom se deve à pandemia e ao isolamento social, mas estaríamos menosprezando o trabalho dessa plataforma se resumíssemos o seu sucesso a isso.

Querendo ou não, o TikTok é genial! O poder criativo dele supera o de qualquer outra rede social: mesmo trabalhando com a maioria dos vídeos de 15 segundos a 1 minuto, a velocidade do algoritmo e da própria utilização da plataforma é impressionante. As “trends” (com muitas aspas, porque já explicamos aqui o que é, de fato, trend) aparecem e somem como um relâmpago e, é claro, a capacidade de dar notoriedade a um criador de conteúdo é estrondosa, principalmente, às músicas.


Quem acompanha o TikTok sabe: todos os últimos hits são derivados de trends da plataforma. Alguém faz um vídeo com alguma música, o vídeo estoura, vários criadores fazem a sua própria versão da trend e, pronto, essa música não sai da sua página. Vamos mais longe ainda: essa música não sai da sua vida até mesmo depois de acabar a euforia da trend, aparecendo nas rádios e sendo sugerida no YouTube, Spotify e iTunes incessantemente e em todo lugar que você vai.


Quer exemplos? Bora! Olivia Rodrigo com "Good 4 You", Lil Nas X com "Industry Baby", "Holiday" e "Montero", Måneskin com "Beggin" - que, pasmem, foi lançada em 2017 -, Matuê com "M4" e, a mais recente, "Quer Voar", entre outros incontáveis artistas e músicas que ganharam coreografias. Aliás, algumas delas são bastante elaboradas!!! Você sabe fazer essas dancinhas?













Todos esses exemplos ficaram em top 1 no Brasil e/ou no mundo por um período de tempo, alguns até na Billboard, então será que descobrimos a regra do sucesso na indústria musical? Basta lançar uma música minimamente boa (ou torcer que revivam a sua música), com um ritmo e letra que não saem da cabeça, com pelo menos uma parte boa para uma trend de 30 segundos no TikTok e esperar que alguém desenvolva essa trend para ela? Hummm, veremos…


Bom, dizer que é uma regra para o sucesso é difícil, afinal vários artistas, muitos famosos inclusive, não conseguem atingir esse feito. Além disso, alguns nem precisam disso, como Drake com seu álbum Certified Lover Boy ou do Kanye West com Donda, que por si só já desbancam qualquer um em poucos minutos e a repercussão dentro do TikTok é uma mera consequência da sua genialidade e dominância.


Porém é inegável que essa plataforma mudou e vem impactando muito a indústria da música desde o seu sucesso. Ouso dizer que muitos artistas - ou ghostwriters rs - estão escrevendo seus lançamentos pensando em como ela vai ficar no TikTok, chegando até mesmo a alterar a música para ter uma parte que ficaria boa na rede. Grande caso que comprova isso é a música "Tipo Gin" do Kevin O Chris, que falou abertamente que entregou a música à sua agência de empresariamento falando: "esse é o meu hit, essa é a do TikTok". Não sendo bobos nem nada, a agência conversou com uma content house de TikTokers do Brasil, a Nice House, para desenvolverem algo para a música. O resultado você já sabe, não precisamos nem falar…


De qualquer forma, não viemos aqui para escrever um texto dando a entender que o TikTok é ridículo, as suas trends são toscas e que isso tudo está acabando com a indústria da música. Muito pelo contrário! O TikTok é genial e existe muito conteúdo bom dentro desta plataforma, até mesmo nas famosas dancinhas: além de democratizar a música de uma forma nunca antes vista, muitos artistas conseguiram realizar o seu sonho, com o embalo natural de sua música em uma trend. Podemos até brincar que o TikTok é a nova MTV! :D


Além da popularização massiva de diversas músicas, cria-se talvez um olhar unicamente comercial para algo que pode (e na verdade precisa, em sua essência) ter paixão, conexão e profundidade. Os verdadeiros gênios e apaixonados da indústria vão sempre conseguir divulgar o seu trabalho, seja pelo TikTok ou por qualquer outro meio, mas aqui surgem outros gênios, com olhar voltado para o comportamento humano e de consumo.


Ficou nítida a influência dessa plataforma na indústria musical atualmente? Tudo isso ainda é muito recente, ainda vai se desenvolver muitos mais, e para nós basta apenas esperar ansiosos para ver como vai ser esse desenrolar. E aí, o que você acha do TikTok?


Referências:




https://tecnoblog.net/480342/uma-fabrica-de-hits-como-o-tiktok-esta-redefinindo-a-industria-da-musica/


https://propmark.com.br/digital/tiktok-influencia-industria-musical-mostra-estudo/


https://www1.folha.uol.com.br/webstories/entretenimento/2020/06/como-o-tiktok-esta-mudando-a-industria-do-pop/












PUBLICAÇÕES RECENTES

NOSSAS REDES SOCIAIS 

  • Facebook
  • Instagram
  • Linkedin